como fazer a introdução do tcc

Como escrever a introdução do TCC

Você está procurando as melhores dicas para entender como escrever a introdução do TCC?

Você veio ao lugar certo, e nesse artigo vou te contar tudo que eu faria caso tivesse que escrever a introdução do meu TCC de novo.

Mas antes de continuar, deixa eu te contar quem eu sou e porque eu posso te ajudar com a sua introdução.

Eu me chamo Gabriel, sou biólogo, mestrando, pesquisador, escritor e idealizador do Treinamento Aprova.

Depois de publicar dezenas de trabalhos acadêmicos, eu resolvi ajudar pessoas que tem dificuldades de escrever seus trabalhos acadêmicos.

Eu sei que as vezes pode parecer que você não é capaz de escrever, ou que tudo luta contra você na escrita do seu trabalho.

Mas a verdade é que as vezes nós mesmos nos limitamos, e tudo que você precisa é saber o que fazer para mudar tudo isso, e é pra isso que eu estou aqui!

Vamos ao que interessa, que é o passo a passo para escrever sua introdução de uma vez por todas.

A primeira coisa que você tem que fazer para começar a escrever sua introdução é garantir que você tem o mínimo de familiaridade com o tema.

Infelizmente não tem muito como evitar a leitura na hora de escrever a introdução, porque o papel da introdução é fazer com o que o leitor (que pode ser leigo) entenda como se sucedeu a literatura do seu tema até chegar onde estamos hoje, até chegar na sua pergunta, no seu objetivo de estudo.

Portanto, na hora de escrever a introdução você deve prover um panorama da literatura do seu tema, citando outros autores e outros trabalhos.

E para citar outros trabalhos você precisa conhece-los.

E aqui eu quero te fazer um alerta: cuidado com a forma que você introduz outros trabalhos no seu texto, busque sempre evitar o plágio.

Ah Gabriel, mas como que eu faço isso?

Cara, evitar o plagio é na verdade muito simples, as pessoas é que complicam, e eu vou te explicar porque.

Pensa comigo: se você está lendo um parágrafo e entendeu o que o autor queria dizer naquele parágrafo, você não precisa ler ele de novo, basta passar a ideia desse parágrafo para o seu trabalho, com as suas palavras, citando o trabalho de onde você tirou a ideia.

Isso é até intuitivo, você só precisa entender a ideia e trazer para o seu trabalho com as suas palavras, sem copiar nada por extenso e dando os créditos a quem merece.

O que acontece é que boa parte dos alunos que estão no TCC tem um pouco de preguiça ou de má vontade nessa etapa, e acha mais fácil copiar na íntegra as palavras de um parágrafo direto no seu texto. E aí, mesmo que você credite as informações para o autor e o trabalho certos, você estará cometendo plágio.

Então para evitar plágio é muito fácil, é só não ter preguiça nem má vontade.

E aí você pode me perguntar, e a citação direta Gabriel?

Bom, você pode fazê-la. Mas eu sempre prefiro fazer citações indiretas e escrever as minhas ideias ao invés de citar diretamente o que alguém falou.

Eu sempre prefiro deixar as citações diretas para quando não tem o que eu possa mudar, como no caso de leis. Se você estiver referenciando leis, aí sem problemas, faça a citação direta da forma adequada nas normas ABNT, e tudo certo.

Mas, dê preferência para citações indiretas sempre que possível, o trabalho fica mais original e mostra que você não teve preguiça e se inteirou sobre o assunto antes de escrever.

Beleza?

Depois de ler esses trabalhos relevantes, é hora de organizar as ideias e montar uma estrutura.

Beleza, você leu sobre, sabe o panorama cronológico do tema, ou seja, como esse tema foi se desenvolvendo com o passar do tempo e sabe qual o seu objetivo

Se você não estabeleceu seu objetivo ainda, sugiro que estabeleça antes mesmo de começar a introdução, no canal do Treinamento Aprova no YouTube tem um vídeo onde eu te mostro na prática como escolher um objetivo, mesmo que você não tenha lido sobre seu tema ainda, para acessá-lo é só clicar aqui

Beleza, sabendo o panorama e o objetivo, você já pode montar a estrutura da sua introdução.

E como funciona essa estrutura?

Bom, a estrutura nada mais é do que você pré-estabelecer o que escrever em cada parágrafo do seu trabalho.

É você planejar sua escrita:

Bom no primeiro parágrafo eu falarei disso, no segundo disso, no terceiro disso e assim sucessivamente até chegar no seu objetivo, e na hipótese do seu trabalho, lá no último parágrafo da introdução.

Depois de montar a estrutura é hora de colocar a mão na massa.

Quando você estabeleceu a estrutura, você facilitou não só a sua escrita, mas também a sua busca por trabalhos, já que agora você pode procurar exatamente a informação que procura na literatura e isso vai fazer você economizar muito tempo na escrita do seu trabalho.

Já que sabendo o que procurar, evita que você trave e que você não encontre trabalhos a respeito.

Se você quiser saber como eu e meus mais de 500 alunos aprovados já estabelecemos nossa estrutura e escrevemos nossos trabalhos da melhor forma, mesmo com pouco conhecimento da literatura do tema, eu te faço um convite, vem fazer parte da família aprova.

Aqui você tem à sua disposição tanto as aulas exclusivas para membros, quanto o acompanhamento e a mentoria individual, sempre que precisar.

Para se matricular é só clicar aqui.

Se te ajudou não esquece de deixar o like e se inscrever no canal, afinal de contas eu estou aqui exclusivamente pra ajudar você, e o seu like e a sua inscrição vão me mostrar se eu estou fazendo o que me propus a fazer e se eu estou de fato ajudado meus futuros alunos aprovados.

Fechou? Um forte abraço e te vejo no próximo artigo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *